Roteiro árabe em Foz do Iguaçu

Roteiro árabe em Foz do Iguaçu

Nenhum Comentário

By Silvia Oliveira

Mesquita Foz do Iguacu Como chegar

Diz aí: quem vai para Foz do Iguaçu e só pensa nos doces árabes feitos por um libanês radicado na cidade? Sim, eu! Sei que é inevitável falar de Foz e não associar o destino às fenomenais cataratas, à colossal Itaipu ou às queridíssimas muambas paraguaias.

Mas agora (voltei pela quarta vez na semana passada) estava curiosa para decifrar o universo salim-habib-fouad. Embora em números gerais Foz do Iguaçu abrigue a segunda maior colônia árabe do Brasil (só perde para São Paulo), a cidade tem, proporcionalmente, a maior comunidade islâmica do país. Facilmente você encontra pelas ruas mulheres usando o Hijab, aquele véu que cobre os cabelos e o colo, típico entre as muçulmanas.

A trajetória da comunidade árabe se confunde tanto com a história de Foz do Iguaçu que no ano passado foi aprovado projeto de lei que instituiu no município o dia 12 de maio como o Dia Municipal do Povo Muçulmano.

Como não poderia deixar de ser, um dos resultados mais visíveis da influência deste processo migratório se deu na gastronomia. A cidade está cheia de lugares para provar uma autêntica esfiha ou um legítimo sharwarma. Alguns restaurantes oferecem buffet completo com todas aquelas maravilhas da comida árabe.

MESQUITA

Comece o reconhecimento de área pela Mesquita. Trata-se de uma linda construção de 15 metros de altura, toda branca e rodeada de arcos abobados. Internamente tem decoração espartana com várias referências arábicas.

Mesquita Foz do Iguacu

O templo está aberto à visitação pública, mas para conhecer o local é necessário seguir as regras da casa como deixar os sapatos na porta e usar o véu islâmico (neste caso, só as mulheres). O véu é oferecido lá mesmo. A pessoa que nos recebeu foi agradabilíssima e em 30 minutos nos passou várias informações sobre a religião e seus significados.

Mesquita Centro Cultural Islamico Foz do Iguaçu

Abre de segunda a sexta, 9h às 11h30 e 14h às 17h30; sábado, 9h às 11h30. Grátis. É necessário agendar. Rua Meca, 599. Tel. (45) 3573.1123 e (45) 3025.1123.

ALMANARA DOCERIA ÁRABES

Lembra dos doces que eu mencionei lá no primeiro parágrafo? Estão aqui. Quando o Raul esteve em Foz no ano passado a trabalho (e produziu aquele ótimo post do Templo Budista para nós) ele também foi à Mesquita e acabou conhecendo, sem querer, a Almanara. Os elogios foram tantos (o Raul também é descendente de árabe) que eu não pensava em outra coisa senão provar os tais acecipes do brimo.

Almanara Doces Arabes Foz do Iguacu precos

A doceria fica bem em frente à mesquita, é só atravessar a rua. O libanês Bayan Abdulbaki, dono do local, já virou celebridade em Foz do Iguaçu, tudo por conta do tal quitute que derrete na boca, feitos diariamente. São folhados (chamados de baklavas) com castanha de caju, amêndoa, tâmara, pistache e — pAra tudo — um bolo de açafrão que me faz chorar de saudades todos Leia mais

About the author:

Leave a comment

Mídias Sociais

Back to Top